2 de dez de 2009

Como anda seu altar na presença de Deus?




A Bíblia aludiu Abraão como um grande adorador, pois erguia altares nos diferentes lugares onde permanecia. Deus aceitou esse ato e, como resultado, derramou sobre o mundo uma bênção que persiste por todos os tempos.
O adorador não é simplesmente um religioso, que faz dos templos um espaço para apresentar cantos, danças, orações e ofertas, do contrário, ele oferece sua vida como sacrifício através dos cantos, danças, orações e ofertas.
Hodiernamente, os templos de igrejas têm sido o refúgio de sacrifício pelo pecado mais do que pelo desejo de adorar. Edificar o altar da vida é necessário se quisermos adorar ao Senhor. As obras da carne quebram facilmente o altar, esse é o motivo de prestarmos adoração em todo tempo ao Senhor. Adorar é tornar visível o altar; esse é o lugar mais importante da casa do adorador.
O altar é local de holocausto e sacrifício. É no altar que oferecemos nossa vida para Deus. O altar não pode servir de palco para um pequeno show, mas para que alí, nós morremos para os nossos próprios desejos e convicções. No altar do Senhor, nossas vontades passam a não prevalecerem. É no altar que nascemos para uma nova vida com Deus.

Texto: Lilian Candeia.
Foto: Altar da Igreja Paróquia São Pedro do Mar - Recreio - Rio de Janeiro

Um comentário:

  1. Adorar é edificar um altar. Quando oferecemos a Deus nossos holocaustos, ele nos dá a liberdade de pedir-lhe o que quisermos. Se quisermos a presença do Senhor constantemente, é preciso adorá-lo.

    ResponderExcluir

comentário(s)

A importância de ter um tempo EXCLUSIVO PARA ORAÇÃO!

Hoje em meu devocional/MAPA eu aprendi sobre a importancia de ter um tempo EXCLUSIVO PARA ORAÇÃO! Como é preciosa a lição trazida em Mt 6....