Palavras que Edificam: Breve reflexão em Efésios 4:29.

Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe,
mas só a que for boa para promover a edificação,
para que dê graça aos que a ouvem (Efésios 4:29).


 Você está atento as palavras que saem da sua boca? Essas palavras tem gerado vida ou morte? São palavras que promovem edificação ou que destroem? Ou você nem presta atenção no que tem falado ultimamente?Deus tem um objetivo de que da sua boca saia palavras de edificação, para que dê graças aos que ouvem. Muitas pessoas do nosso convívio necessitam de uma palavra que a motive para a vida. A palavra de Deus em Efésios nos exorta no sentido de que nenhuma palavra torpe saia da nossa boca,essa expressão implica tudo o que não é decente, nem puro, nem honesto. Quando comprovamos com que facilidade voltamos ao nosso “velho trato”, compreendemos a importância dessa advertência. Quanto mal pode fazer uma palavra apressada e imprudente!  “O trato passado” dos efésios, em sua maioria de origem pagã, deveria ser radicalmente modificado, ou melhor, substituído, porque haviam se revestido “do novo homem, que, segundo Deus, é criado em verdadeira justiça e santidade” (Efésios 4:22-24). O apóstolo Paulo explica a seus filhos na fé como essa transformação deve se manifestar na vida cotidiana. Palavras edificantes crescem e florescem num ambiente onde há paz, harmonia e paciência. Onde o amor é valorizado.
 Promovemos a edificação quando questionamos a nos mesmos acerca de que as nossas palavras serão de paz ou contendas antes mesmos que proferí-las.Nessa reflexão somos impactados pela graça e o refrigério, da abundância de nosso coração falará por boca sobre a graça que está em Cristo! Famílias que cultivam o hábito de falar bem uns dos outros e de valorizar os sentimentos alheios fortalecem os laços e se tornam mais firmes diante das crises e das dificuldades. Pense nisso!
Que Deus te abençoe!
Por Lilian Candeia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentário(s)

Pesquisar este blog