10ª. dia com Propósitos





A ESSÊNCIA DA ADORAÇÃO

A verdadeira adoração — agradar a Deus — acontece quando você se entrega totalmente a ele. Repare que a primeira e a última palavra desse versículo são a mesma: oferecer.
A adoração consiste exatamente em oferecer-se a Deus.

O ato da rendição pessoal é conhecido de muitas formas: consa­gração, fazer de Jesus o seu Senhor, carregar a cruz, morrer para si próprio, submeter-se ao Espírito Santo.

“O motivo pelo qual muitos ainda estão angus­tiados, buscando e progredindo lentamente é que ainda não chega­ram ao fim de si mesmos. Nós ainda tentamos comandar e meter o bedelho no trabalho que Deus realiza dentro de nós”.

Não somos Deus nem jamais seremos; somos humanos! É quando tentamos ser Deus que acabamos mais parecidos com Satanás, o qual quis a mesma coisa.

Aceitamos nossa humanidade intelectualmente, mas não emocionalmente. Quando diante de nossas limitações, reagimos com irritação, raiva e ressentimentos. Desejamos ser mais altos (ou mais baixos), mais inteligentes, mais fortes, mais talentosos, mais bonitos e mais ricos. Queremos ter tudo e fazer tudo, e ficamos deprimidos quando isso não acontece. Então, quando percebemos que Deus deu a outros características que não temos, reagimos com inveja, ciúmes e autopiedade.
A rendição se manifesta mais claramen­te na obediência e na confiança. Você diz “Sim, Senhor” a tudo o que ele lhe pede; dizer “Não, Senhor” seria uma contradi­ção. Você não pode chamar a Jesus de Se­nhor, quando se recusa a obedecer. Após uma noite de fracassos na pescaria, Pedro foi um exemplo de rendi­ção quando Jesus lhe mandou tentar novamente: Mestre, esforçamo-nos a noite inteira e não pegamos nada. Mas, porque és tu quem está dizendo isto, vou lançar as redes.12 Pessoas que se entregaram a Cristo obedecem à Palavra de Deus mesmo que ela não faça sentido.
Você sabe que se rendeu a Deus quando depende dele para resol­ver as coisas, em vez de insistir em manipular outras pessoas, forçar sua programação diária e controlar a situação. Você larga mão e deixa Deus trabalhar. Você não tem de estar sempre “no controle”. A Bíblia diz: Entregue-se ao Senhor e espere pacientemente por ele.13 Em vez de tentar com mais afinco, confie mais. Você também sabe que está entregue a Deus quando não reage a críticas ou não tem o ímpe­to de defender-se. Corações entregues a Deus se destacam em relaci­onamentos. Você não pressiona os outros, não exige seus direitos nem é egoísta quando está entregue a Deus.
Um versículo para memorizar: Entreguem-se comple­tamente a Deus, para que ele use vocês a fim de faze­rem o que é direito (Romanos 6.13b; ntlh).

Uma pergunta para meditar: Que área de minha vida estou evitando entregar nas mãos de Deus?
Imagem: Monumento turistico da Cruz da Menina em Patos-PB - Lugar de adoração




Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentário(s)

Pesquisar este blog