A disciplina da oração.


Uma das experiências libertadoras em minha vida aconteceu por meio da oração. Entendi que a oração implicava um processo de aprendizado e com isso senti-me livre para indagar, para experimentar, até mesmo para falhar, pois eu sabia que estava aprendendo. 
A oração nos arremessa à fronteira da vida espiritual, ao inexplicavel território inexplorado da mente humana. A meditação introduz-nos na vida interior; o jejum é um recurso concomitante, mas a Disciplina da oração é o que nos leva à obra mais profunda e mais elevada do espírito humano. 
O Evangelho de Lucas traz uma passagem que diz: "Senhor, ensina-nos a orar" (Estava Jesus em certo lugar orando e, quando acabou, disse-lhe um dos seus discípulos: Senhor, ensina-nos a orar, como também João ensinou aos seus discípulos.Lucas 11.1). Eles haviam orado a vida toda, não obstante, algo acerca da qualidade e quantidade da oração de Jesus levou-os a ver quão pouco sabiam a respeito da oração. Se a oração deles havia de produzir alguma diferença no cenário humano, era preciso que eles aprendessem algumas coisas. 
Enquanto escrevo essas breves linhas escuto uma mensagem que traz como foco a oração Se você quer continuar de pé, comece o dia de joelhos, que nada vai te derrubar! É um dos aprendizados que tiro dessa dessa passagem em Efésios 3:14  "Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Qual é a causa que você apresenta hoje diante de Deus de joelhos?

Que Deus te abençoe!

                                                                                                                                                   Lilian Candeia

A disciplina da oração.


Uma das experiências libertadoras em minha vida aconteceu por meio da oração. Entendi que a oração implicava um processo de aprendizado e com isso senti-me livre para indagar, para experimentar, até mesmo para falhar, pois eu sabia que estava aprendendo. 
A oração nos arremessa à fronteira da vida espiritual, ao inexplicavel território inexplorado da mente humana. A meditação introduz-nos na vida interior; o jejum é um recurso concomitante, mas a Disciplina da oração é o que nos leva à obra mais profunda e mais elevada do espírito humano. 
O Evangelho de Lucas traz uma passagem que diz: "Senhor, ensina-nos a orar" (Estava Jesus em certo lugar orando e, quando acabou, disse-lhe um dos seus discípulos: Senhor, ensina-nos a orar, como também João ensinou aos seus discípulos.Lucas 11.1). Eles haviam orado a vida toda, não obstante, algo acerca da qualidade e quantidade da oração de Jesus levou-os a ver quão pouco sabiam a respeito da oração. Se a oração deles havia de produzir alguma diferença no cenário humano, era preciso que eles aprendessem algumas coisas. 
Enquanto escrevo essas breves linhas escuto uma mensagem que traz como foco a oração Se você quer continuar de pé, comece o dia de joelhos, que nada vai te derrubar! É um dos aprendizados que tiro dessa dessa mensagem. Em Efésios 3:14  "Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Qual é a causa que você apresenta hoje diante de Deus de joelhos?

Que Deus te abençoe!

Pesquisar este blog