O vício da Preocupação

“A preocupação com o meu trabalho fizeram de mim uma pessoa irritadiça, ansiosa e por vezes imediatista”
“Preocupo-me tanto com o futuro que as vezes  chego a fazer planejamentos de médio e longo prazo, é como se isso me trouxesse uma certa segurança de que fosse dá tudo certo, mas incrível, como as melhores coisas que aconteceram comigo, foram exatamente aquelas em que eu não estava, digamos assim no controle!
“Fico tenso, ansioso, preocupado com os resultados, penso nos prazos, e sempre quando estou atendendo algum cliente no meu consultório quero ter o controle de tudo, sempre preocupado, muito preocupado se tudo vai dar certo”

Bem, esses são alguns tipos de relatos de pessoas preocupadas, extremamente preocupadas com sua vida, seu futuro, suas finanças, com as contas, com os concursos, os projetos, a família... Ufa! Só de escrever já cansa!

Preocupar-se é acima de tudo uma tarefa enfadonhas, nos deixa pesados e cheios de expectativas, na grande maioria falsas. Não digo que não devamos nos preocupar, mas a preocupação deve ser norteada no sentido do cuidado com o que devemos fazer no momento em que está no nosso controle, quando isso passa para fatos futuros que não dependem totalmente de nós, aí é chegado o momento de confiarmos no nosso Criador, Aquele que sabe de todas as coisas.

Precisamos aprender acima de tudo a aceitar o que não podemos mudar, no sentido de que nas perdas e declínios naturais da vida, não estejamos tão ansiosos pelos resultados a ponto de entristecermos quando eles chegarem.
Preocupar-se é sempre uma conduta errada porque paralisa a fé na vida da pessoa. Ao nos preocuparmos, assumimos responsabilidades que não são designadas a nós. Jesus disse repetidas vezes: “Não se preocupe”, mesmo em relação as coisas básicas da vida.

“Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura? E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam; E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, homens de pouca fé? Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? (Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” (Mt 6. 25-34)

Quando preocupados, temos pensamentos úteis e inúteis. Preocupar-se não altera nada na circunstância, só serve para desviar o nosso olhar das coisas de Deus e de sua Fidelidade e Justiça. Desviamos nossa atenção para as coisas da vida, como bens materiais. A preocupação sufoca e nos destrói, corrói nossa energia e eleva a força humana acima da força de Deus e dos planos divinos.

A preocupação abre a porta para as coisas do mundo ( Preocupações com as coisas da vida). Embora os filhos de Israel tenham visto o Mar Vermelho se abrir diante deles, eles não acreditaram que Deus providenciaria tudo o que eles necessitassem no deserto. A preocupação é o oposto da fé, o ato de preocupar-se sugere que Deus não é digno de confiança para cuidar da nossa vida e suprir nossas necessidades.

“O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.” (Fp. 4.19)

A preocupação provoca o medo que exclui a fé.

A associação da preocupação com a descrença, as Escrituras Sagradas providenciam o retorno a fé completa. Para isso, o caminho que vai da preocupação a fé começa com o reconhecimento do pecado e a confissão da falta de fé:

Os primeiros versos da passagem do livro de Provérbios relata bem isso, eis:

Ao homem pertencem os planos do coração, mas do Senhor vem a resposta da língua.
Todos os caminhos do homem lhe parecem puros, mas o Senhor avalia o espírito.
Consagre ao Senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos - Provérbios 16:1-3

Embora a leitura desses versos nos levem a uma verdade incontestável, vivê-los para quem se encontra numa vida cheia de preocupações, não parece tarefa das mais fáceis!


Igualmente, o livro de Tiago traz uma importante reflexão sobre o tema da preocupação:

Vocês nem sabem o que lhes acontecerá amanhã! Que é a sua vida? Vocês são como a neblina que aparece por um pouco de tempo e depois se dissipa.
Ao invés disso, deveriam dizer: "Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo". Tiago 4:14-15

Acredito que o principal fenômeno da preocupação no homem é tirar-lhe a consciência de que Deus é quem deve ser o centro da sua vida. Lembro de uma historia que li da internet: Um garoto perguntou ao pai:
— Qual o tamanho de Deus?
Então ao olhar para o céu o pai avistou um avião e perguntou ao filho:
— Que tamanho tem aquele avião? O menino disse:
— Pequeno, quase não dá para ver.
Então o pai o levou a um aeroporto e ao chegar próximo de um avião perguntou:
— E agora, qual o tamanho desse?” O menino respondeu:
— Uau pai, esse é enorme! O pai então disse:— Assim é Deus. O tamanho dEle vai depender da distância que você estiver dele.  Quanto mais perto você está dele, maior Ele será na sua vida!

Por fim, mais uma vez a Palavra de Deus nos ensina:

Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês!
Tiago 4:8

Quanto ao que foi semeado entre os espinhos, este é aquele que ouve a palavra, mas a preocupação desta vida e o engano das riquezas a sufocam, tornando-a infrutífera. Mateus 13:22

Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas. Mateus 6:33

Jogue fora o vício da preocupação. iver tenso e estressado está virando moda. Parece que ser competente e estar de bem com a vida são coisas incompatíveis. Bobagem ... Defina suas metas, conquiste-as e deixe as neuras para quem gosta delas. Conversar com Deus é o máximo, especialmente para agradecer. Orar antes de dormir faz bem ao sono e a alma.
Muita Paz, Harmonia e Amor... sempre!

Pesquisar este blog