O que é felicidade?

Certo dia fui visitar uma amiga, que eu julgava que ela era uma pessoa feliz, pois ela desfrutava de uma vida regrada de regalias,  um belo apartamento, carros, seus pais moram juntos, pessoas bem sucedidas, casa na praia, e tantos outros bens matérias, mas um dia ela me confessou uma tristeza que vinha da alma e que já havia buscado as repostas de varias formas...


Aconteceu também quem conversando com outra pessoa de situação parecida, mas que também se dizia não ser feliz, uma insatisfação, um desconforto emocional, algo que nem a medicina, nem as terapias mais modernas conseguiam resolver... e presenciei isso por algumas vezes na vida, varias pessoas...


Um dia eu também fiquei triste e até meio deprimida, aquela situação em que nada te satisfaz... não tinha fome, não tinha vontade de sair, sentindo um vazio que eu não sabia exatamente o que, já era noite quando abri a janela do meu quarto que dava de frente para a avenida, foi quando avistei de longe um senhor sentado na calçada juntando umas sacolas de lixo  e fiquei pensando na situação dele, minutos após observá-lo indaguei-o: o senhor já jantou? – ele disse: ainda não. Não demorou muito e eu desci com a janta que eu tinha preparado pra mim mesma comer naquela noite, mas por uma questão de insatisfação, não tinha comido, ele comia com grande satisfação e passados algum tempo da conversa inicial eu disse: posso lhe fazer uma pergunta? -  ele respondeu:  claro! Perguntei de pronto:  O senhor é feliz? Recebi como respostas um dos conceitos mais simples e completos de felicidade baseado na experiência de vida daquele homem. Em sua resposta ele começou dizendo:  sim moça, sou muito feliz! Mais feliz que muitas pessoas que vivem nesses grandes apartamentos, eu tenho uma família, um trabalho, simples mais honesto, tenho filhos e já sou avô. Daqui a pouco quando começar a madrugada, encontro com meus companheiros de trabalho próximo ao viaduto e lá separamos o lixo para reciclagem, descansamos um pouco, dividimos um caldo para passar a fome e no começo da manha vou para casa ver minha família. Não é uma vida fácil, mais quando eu penso na minha vida eu não tenho motivos para ficar triste.


Felicidade é isso! Exatamente isso, é saber reconhecer nos pequenos momentos a grandeza de Deus em nossas vidas, em poucas palavras, foi isso que aprendi nessa rica experiência.


Que Deus abençoe esse senhor onde ele estiver!


Por Lilian Candeia.

Obrigado Pai, Obrigado Jesus

Esse post é direcionado para todos que já experimentaram dos manjares desde mundo. sabem dos prazeres e infelicidades e sentimentos de solidão que são constantes na vida daqueles que não conhecem ao Senhor.

como é bom ter o sentimento de limpeza, de leveza que hoje desfruto!! viver sem Jesus só traz aprisionamento é uma falsa liberdade, pois na realidade persiste a prisão, o vício, a dependência a pessoas e situações que são incapazes de preencher qualquer vazio espiritual.

Obrigado Jesus, Obrigado Pai, Obrigado meu Amado Espírito Santo, consolador..  quantos livramentos, quantos momentos agradáveis na comunhão com os irmãos, com a benção (noiva) que me destes e todas as outras bençãos que o senhor graciosamente me Deus.. eu não sou merecedor, de nenhuma delas, mas tu me destes em razão do teu Grande Amor!


Pesquisar este blog