Louvemos a Deus e meditemos na Sua Palavra em Atos 7: 1-29

Você já parou para pensar sobre o veneno que traz o sentimento da inveja?
Foi atraves da inveja que os irmaos de José o venderam para os egípcios e mais, trouxe a estes uma verdadeira repugnacia ao proprio irmao.

É exatamente este tipo de sentimento que  move as pessoas a ingratidão e falta de amor.

Louvemos a Deus e meditemos na Sua Palavra em Atos 7: 1-29

E disse o sumo sacerdote: Porventura é isto assim?

E ele disse: Homens, irmãos, e pais, ouvi. O Deus da glória apareceu a nosso pai Abraão, estando na mesopotâmia, antes de habitar em Harã,

E disse-lhe: Sai da tua terra e dentre a tua parentela, e dirige-te à terra que eu te mostrar.

Então saiu da terra dos caldeus, e habitou em Harã. E dali, depois que seu pai faleceu, Deus o trouxe para esta terra em que habitais agora.

E não lhe deu nela herança, nem ainda o espaço de um pé; mas prometeu que lhe daria a posse dela, e depois dele, à sua descendência, não tendo ele ainda filho.

E falou Deus assim: Que a sua descendência seria peregrina em terra alheia, e a sujeitariam à escravidão, e a maltratariam por quatrocentos anos.

E eu julgarei a nação que os tiver escravizado, disse Deus. E depois disto sairão e me servirão neste lugar.

E deu-lhe a aliança da circuncisão; e assim gerou a Isaque, e o circuncidou ao oitavo dia; e Isaque a Jacó; e Jacó aos doze patriarcas.

E os patriarcas, movidos de inveja, venderam José para o Egito; mas Deus era com ele.

E livrou-o de todas as suas tribulações, e lhe deu graça e sabedoria ante Faraó, rei do Egito, que o constituiu governador sobre o Egito e toda a sua casa.

Sobreveio então a todo o país do Egito e de Canaã fome e grande tribulação; e nossos pais não achavam alimentos.

Mas tendo ouvido Jacó que no Egito havia trigo, enviou ali nossos pais, a primeira vez.

E na segunda vez foi José conhecido por seus irmãos, e a sua linhagem foi manifesta a Faraó.

E José mandou chamar a seu pai Jacó, e a toda a sua parentela, que era de setenta e cinco almas.

E Jacó desceu ao Egito, e morreu, ele e nossos pais;

E foram transportados para Siquém, e depositados na sepultura que Abraão comprara por certa soma de dinheiro aos filhos de Emor, pai de Siquém.

Aproximando-se, porém, o tempo da promessa que Deus tinha feito a Abraão, o povo cresceu e se multiplicou no Egito;

Até que se levantou outro rei, que não conhecia a José.

Esse, usando de astúcia contra a nossa linhagem, maltratou nossos pais, a ponto de os fazer enjeitar as suas crianças, para que não se multiplicassem.

Nesse tempo nasceu Moisés, e era mui formoso, e foi criado três meses em casa de seu pai.

E, sendo enjeitado, tomou-o a filha de Faraó, e o criou como seu filho.

E Moisés foi instruído em toda a ciência dos egípcios; e era poderoso em suas palavras e obras.

E, quando completou a idade de quarenta anos, veio-lhe ao coração ir visitar seus irmãos, os filhos de Israel.

E, vendo maltratado um deles, o defendeu, e vingou o ofendido, matando o egípcio.

E ele cuidava que seus irmãos entenderiam que Deus lhes havia de dar a liberdade pela sua mão; mas eles não entenderam.

E no dia seguinte, pelejando eles, foi por eles visto, e quis levá-los à paz, dizendo: Homens, sois irmãos; por que vos agravais um ao outro?

E o que ofendia o seu próximo o repeliu, dizendo: Quem te constituiu príncipe e juiz sobre nós?

Queres tu matar-me, como ontem mataste o egípcio?

E a esta palavra fugiu Moisés, e esteve como estrangeiro na terra de Midiã, onde gerou dois filhos.


Deus abençoe.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentário(s)

Pesquisar este blog